Pedaços de mim #58


Não é preciso despertador para o dia da partida, pois quase não se dorme com tanta ansiedade. Arrumar o que falta, levar as coisas escadas abaixo e subir novamente para ver se alguma coisa fica trás. Está tudo? Então vamos embora. 
São 4 horas e meia de viagem e muitos quilómetros pela frente. Atravessar meio Portugal para matar saudades vale a pena. O coração quase pára quando vê a placa Bragança 360km. É chegar e aproveitar cada segundo. 



Chegamos e somos recebidos com grandes sorrisos e lágrimas de saudades. São horas de jantar e a minha avó já preparou um banquete. Em tom de brincadeira digo o grelhador dos pobres, temos de poupar e nada melhor que aproveitar o quente para comer e aquecer. Sabe tão bem!
Toca a comer pois a fome é muita.


Como é hábito, a minha avó não perde tempo e começa a pôr as mãos na massa. Entre rabanadas e sonhos pomos a conversa em dia, como se não falássemos todos os dias ao telefone. Já com tudo feito e com algum sono aproveita-se para se fazer um chá e aquecer leite para aconchegar o estômago antes de irmos dormir.


Já estamos a dia 24 e entre tachos e panelas ainda há tempo para divertimento. Levei o Uno pois sei que o pessoal gosta de jogar às cartas e desta vez não foi excepção. Em cima da mesa estavam apostas e gritos, sim gritos, pois ninguém gosta de perder nem a feijões, neste caso eram rebuçados e chocolates. A Tim nem um ferrero rocher ganhou... ainda não tinha jantado e já tinha declarado falência. 


Para a mesa diz a avó. Na minha terra não se usa muito o bacalhau, mas ainda assim ele aparece na mesa. Couves e batatas e ovo. Calma! Há espaço para tudo. Estamos em fase de crescimento, para os lados, mas mesmo assim temos de comer.  


Depois de arrumarmos a cozinha e jogarmos mais um bocadinho é hora de ir ao café e ver se a fogueira já arde. Se há coisa de que goste é ir chatear a minha Tia Alice. Só vou se comeres um bolo de bacalhau. Não tenho muita fome, mas se o comer vai? Vou! Pimba. Já está na boca e a Tia já está pronta a ir tomar café. Mas está frio diz ela. Não quero saber, vamos para a night atrás de moços giros. Já se está a rir... com a minha avó no braço direito e com a minha Tia no esquerdo descemos a rua. Encontram um banco para se sentar e começam a falar. A fogueira já arde. Se nos outros anos temos de nos aproximar dela para aquecer, este ano foi fugir dela pois o calor era muito. Está mais gente a chegar e as conversas são muitas... o tempo passa e não se dá conta. 
Vamos para casa abrir as prendas? Vamos.


 São poucas as prendas, mas não é por isso que fico triste. Estou com os meus avós e é isso que me importa.


Vai chover disseram eles. Ora que rico dia. Passear pela aldeia e rever alguns primos foi o que fiz dia 25, mas o tempo não estica e...


É hora de partir. Para o ano há mais.

14 comentários:

Panda disse...

Opá, adorei :)

Leonor disse...

A minha família vive toda próxima de mim mas gostava tanto de ter família longe e ter destas histórias para contar.. :)

Tulipa Negra disse...

Um Natal em cheio =) Adoro Harry Potter XD

Chloe disse...

Achei curioso o facto de acenderem uma fogueira na aldeia na noite de natal!

Nádia disse...

Uno! Adoro jogar às cartas :)
Também ando com vontade de comprar e reler os primeiros Harry Potter.

Perdida em Combate

Vanessa disse...

Que vista espectacular! :D

http://nuagesdansmoncafe.blogs.sapo.pt

Cfly disse...

r: tens que ver então, não te vais arrepender! :)

C. disse...

Espero que tenhas tido um excelente Natal *

Indigo disse...

Tiveste um óptimo Natal! Beijinhos*

MAG disse...

Bem bom o teu Natal, cheio de miminhos e nota-se o Amor nas descrições que fazes. Bjs

Patrícia disse...

Opa, tens a sorte de teres esta terra tão bonita e histórias tão boas para recordar :D

bejamespencer disse...

Que giro!
Recebeste Harry Potter! Boa!
Boas festas

Marta Santos disse...

YAYAYAY! Também tens madeiro na tua terrinha! :) (por momentos pensei que fosse tradição só na Beira Baixa!! )

É sempre bom quando estamos em família!!

Tânia Sequinho disse...

Gostei tanto deste teu post! Nota-se mesmo o tanto que gostas de ir lá. ^^