O meu Verão - O resumo em Gifs


Os hóspedes não podiam ser mais simpáticos e generosos.  
Tive um grupo de espanhóis a cantar para mim, mas também tive clientes que me fizeram chorar. Ah, mas também há aqueles clientes que gritam a partir das 22 horas... Sim, esse tipo de gritos.


Fomos outra vez ver a selecção e o grupo aumentou. Acabamos por almoçar num buffet e as crianças comeram cerca de 18 sobremesas 
(um com 8 anos e o outro com 15). 


Enfiei-me na loja da Disney com o garoto e saímos de lá a chorar.


Fiz uma aposta com o garoto, caso ele vendesse o meu corneto dava-lhe 20 euros, o que acham que aconteceu?


Nem sequer fui à praia nem à piscina, mas visitámos os miradouros de Lisboa


Comi tantos pastéis de Bélem que fiquei enjoada mas consegui perder peso e aumentar a minha massa muscular...

2018 tem sido um ano de muitos desafios pessoais mas mais de crescimento pessoal. Não tenham medo de abraçar o desconhecido e de sair do sofá. 

As minhas "não" desculpas


Arranjei um emprego. Um emprego que me ocupa grande parte do dia e que me mantêm ocupada. Um emprego que me dá estabilidade e que me faz querer aprender. Um emprego que me permite conhecer novas pessoas, novas culturas mas sobretudo expandir conhecimentos. 

Podia pedir desculpa por não ter tido tempo para o blogue, podia inventar desculpas mas o que aconteceu na realidade foi que perdi a vontade de escrever durante este tempo. Sinto que não tenho nada para partilhar com vocês e que a minha vida, a minha privacidade deve ser algo que devo manter. 

Estes tempos fizeram-me reflectir sobre o rumo deste cantinho e que na realidade, eu já não sei viver sem ele. Escrever foi e será sempre a minha paixão e saber que vos tenho desse lado, é algo que me faz querer continuar.

Quero voltar a dar atenção a este cantinho e quero fazê-lo renascer. Tenho tanto para vos contar, tanta coisa para partilhar. Só espero que vocês tenham vontade e paciência para me ler...


A Izzie fez anos e como seria de esperar comprei-lhe uma prenda.
Numa feira literária de rua encontrei livros da Civilização Editora a preços inacreditáveis, no meio de tantos encontrei dois exemplares da Nossa Senhora de Paris, sem hesitar trouxe os dois. 

A pensar que ia fazer uma surpresa do caraças, ela ao abrir fica com uma cara desgostosa - Que livro é este? E eu respondo - Como assim Izzie? Ela ao ler a sinopse mudou logo de expressão... Por momentos pensei ter de me livrar desta amizade. 

#queputadesorte


Ontem cometi a loucura de comprar um frasco de Nutella barata. Ao acordar imaginei-me a comer um pão cheio de chocolate a acompanhar a minha caneca de café forte. Abro o frigorífico e o frasco cai ao chão... 

Se não ter torradeira já era mau, então fiquem a saber que consegui dividir a máquina dos Waffles em duas... #Aiquemedueleelcorazón 

Façam o favor de me deixar perguntinhas para o vídeo de perguntas e respostas...

Coco


Coco
Classificação IMDB - 8,5
2017

Numa noite fria e sem planos à vista, decidi pegar no PC e procurar um filme para me entreter. Depois de tanto ouvir falar no filme Coco e sem saber do que realmente se tratava, comecei a vê-lo. O que é que eu fui fazer...

Lá em casa a música não entra mas Miguel é um menino que adora qualquer ritmo. A sua avó sempre o proibiu, os seus pais tentam convencê-lo a seguir a arte da família - Ser sapateiro - mas Miguel está convicto das suas ambições.
Na noite de los muertos tem a ideia de roubar a guitarra do artista lá da aldeia - Ernesto de la Cruz - mas o seu plano sai furado e acaba no mundo dos mortos. 

Temos as nossas diferenças mas nada é mais importante que a nossa família - Esta frase diz tudo sobre o filme. Comecei a chorar logo no início e não parei até ao fim. Este filme mostra as ligações familiares e como mesmo depois de mortos eles ainda fazem parte de nós. Li algures num livro da Isabelle Allende que as pessoas só morrem quando deixamos de falar delas. Coco fala disso mesmo. Não é um filme triste muito pelo contrário, a música vem trazer alegria a um luto que está sempre presente. 



Remember me - É para ouvir sem chorar, algo impossível. Uma melodia simples mas com uma carga emocional. 

Estou sem ideias e quero compensar esta minha falta de vídeos...
O canal faz 1 ano no dia 14 de Julho e quero voltar a fazer um perguntas e respostas. Venham dai as vossas dúvidas e perguntas impertinentes.