Episódio do dia

Uma visita à Segurança Social pode-se tornar numa valente dor de cabeça, ou então não.     
A Tim pensava que iria ler o seu livro sossegada à espera da sua vez, mas estava enganada. A fila já ia longa quando uma rapariga surge do nada e começa a relatar a sua vida para todo o público que lá se encontrava.
Já dentro da Segurança Social a conversa continua, a Tim mete-se no meio para não morrer de tédio.

Rapariga Estranha que conta a vida a desconhecidos: A minha avô era italiana e quando morreu, deixou-me uma roulote.
Rapariga Sorridente: Olha que fixe, já podes passar férias por Portugal e lá fora.
Rapariga Estranha que conta a vida a desconhecidos: Ah não, a roulote era de farturas.
Tim controla-se para não desatar a rir, impossível, a Segurança Social está a gargalhar. 

11 comentários:

Clair de Lune disse...

LOL ! XDD Ahahah, faz-me uma lembrar uma louca que estava no outro dia no autocarro, mas a história dela parecia tirada de um filme de terror xD

Ana Rita disse...

AHAHAHAHAHAHAHAH! Ai desculpa eu tinha me descontrolado!! É com cada personagem ahahah xD

Ju. disse...

Ahahahah, até eu me ri ao ler isto! xD
Beijinho*

Carolina disse...

Isto há cada uma xD ahah

Filipa disse...

Que engraçado!
R: Obrigada :)

Jovem $0nhador@ disse...

História de vida que fazem rir =)

Marta Santos disse...

AHAHAHAAHAH! eu não tinha aguentado e rir-me-ia à gargalhada! xD

FME disse...

LOL eu quando vou a essa casa é só velhinhas que cheiram a lixivia e ciganada que cheira a sovaco :\

Margarida C. disse...

Ahaha eu não tinha aguentado!

Corina de Oliveira disse...

AHAHAHAHA poker face xD nao conseguia!

Tânia Sequinho disse...

LOOOOOOL
Muito bom! O melhor é que eu tenho a certeza que não me aguentava sem rir também.