E agora? Desemprego talvez....


Nos últimos meses tenho trabalho pelo ordenado e não pelo trabalho em si. Ao início era tudo muito bonito, agora faço o meu trabalho, o da patroa e o do rapaz que foi despedido. Ok, tudo bem, sou a funcionária da empresa só tenho que fazer o meu trabalho, mas há limites. Houve mudanças. Mudei de secretária, ficando agora por debaixo do ar condicionado. Já fui parar às urgências cheia de febre e dor de ouvidos pois não aguentava, para não falar das vezes que ia almoçar às 16 horas ou que nem sequer me deixavam por uma bolacha à boca, pois bem, a menina "está aqui para trabalhar e não para comer" .

O meu contrato era de um ano, esse ano passou e durante 15 dias trabalhei sem contrato, perguntei como era. Anunciaram-me cortes no salário e o aumento de horas de trabalho. Ponderei, e muito, mas entretanto fiquei doente chegando a desmaiar no escritório. O médico obrigou-me a comer e a repousar pois as minhas defesas estão em baixo para não falar dos meus níveis de sangue descontrolados.

Não cheguei  sequer a assinar contrato, mas elas disseram para as contactar no fim do tratamento, pois o meu lugar podia estar por "preencher". Entreguei a baixa, mas como não assinei contrato, de nada serve. Digam lá se não dá vontade de lhes bater?

Neste momento, as empresas tendem a abusar dos jovens, não seguindo regras e levando à loucura. Isto de trabalhar é bonito mas mais bonito seria se houvesse respeito e entreajuda, porque estar a mandar vir enquanto se está nas redes sociais é fácil, difícil mesmo, é comer e calar, mas isto sou eu que digo, talvez ande ai mais pessoal como a Tim, admitam lá? Aqui nem nos lê...

8 comentários:

Cátia disse...

É horrível. As melhoras :D*

C. disse...

infelizmente Portugal abusa dos jovens mesmo! boa sorte linda *

*Nightwish* disse...

Não sei se o teu contrato tem "cláusulas especiais", mas tendo em conta que não denunciaram o contrato de trabalho (isto é, eles não te mandaram uma carta a comunicar que não te queriam mais como funcionária deles terminado o contratio, nem tu a dizer que te querias ir embora), o contrato renova-se automaticamente pelo mesmo período, ou seja, um ano. Como disse, não conheço as especificidades do contrato, mas não tem lógica nenhuma teres que assinar um contrato novo quando o que já assinaste há um ano deverá continuar em vigor.
Sobre não te deixarem comer ou não te darem condições de trabalho por te colocarem debaixo do ar condicionado, tens uma opção: vais ao ACT (Autoridade para as Condições do Trabalho) e fazes uma denúncia. Ainda assim, antes de lá ires "fazer queixinhas", aconselho-te a falares com um advogado primeiro, porque já vi muito pessoal a sair dos ACT's com informações erradas e a "baterem com a cabeça na parede" por causa disso.
As melhoras! *****

redonda disse...

Muito mal-feito quem abusa assim.
As melhoras!

*Nightwish* disse...

R: Afinal o teu contrato é daqueles estágios manhosos do iefp... Estou a ver o cenário todo, ai estou estou... Pensava que tinhas mesmo um contrato de trabalho, e não desses. Sendo assim, o caso muda de figura. Daquilo que sei, terminando o contrato de estágio do iefp, ou te dão outro (de trabalho mesmo) ou então vais embora. Por essa razão é que eles querem assinar outro contrato contigo (por acaso, quando no texto disseste que iam mudar o ordenado e as horas de trabalho, pensei que iriam apenas fazer um aditamento ao contrato original, e por isso necessitavam que assinasses um novo, ou então seria um esquema qualquer).
Mesmo assim, aconselho-te a ir a um advogado (não vás a um solicitador). Esses contratos de estágio têm algumas contingências que nem sempre são cumpridas. Já agora, eles tiveram que fazer um seguro para ti de acidentes de trabalho, não foi? E não ficaste doente ainda durante a vigência do contrato? É como te digo, ACT ou advogado com isso, para perceberes bem em que pé estás agora com eles, e como poderás ficar no futuro.****

Clair de Lune disse...

eishhh :/ que horror mesmo...
As melhoras linda *

Sara Silva disse...

quando o trabalho começa a afetar a nossa saúde é hora de parar e decidir o que é melhor para nós! isso de não te deixarem comer é desumano, não percebo como ainda há superiores que não entendem que funcionário satisfeito = funcionário produtivo!

enfim, as melhoras e que tomes a melhor decisão para ti! :)
beijinhos *
blog eighteen and a life

Ânia Morouço disse...

Sinceramente, é uma vergonha uma empresa funcionar com essas condições, nem deixarem os funcionários comer????!
É tão mau as empresas aproveitarem-se assim das pessoas :/