Agora só são memórias

O texto é daqui

"Nunca fui dessas coisas, ou melhor, nunca acreditei nessas coisas. 
Minto, acreditei sim."

"Até há bem pouco tempo, tive o prazer de conhecer e de fazer parte da família do casal mais cómico e alegre do mundo. Tenho orgulho de dizer que são os meus tios e que chegaram até aos 65 anos de casados. Um amor incondicionável que faz lembrar uma boa comédia romântica.

Casaram-se com 16 anos lá na aldeia e tiveram 8 raparigas, isto porque o meu tio queria um rapaz e porque naquele tempo não havia grandes distrações. 
Aquela família foi crescendo, hoje são mais de 20 netos e um número ainda não definido de bisnetos. A minha mãe está lá metida no meio, tudo porque os meus avós e os meus tios emigraram para a França juntos, o que tornou a família ainda maior. Algumas filhas por lá ficaram, mas eles regressaram à aldeia.
Quando chega o Verão, todos se juntam na festa da aldeia. Todos os anos, fosse Natal ou Verão, ia até lá e visitava-os. A casa estava sempre cheia e cumprimentar todos era uma missão impossível. Quando nos sentávamos, o meu tio fazia o favor de nos obrigar a comer, até a mim, mesmo não tendo fome. Cortava o pão, o presunto e dava a todos, e nós bem o tínhamos que o comer.
Dei muitas gargalhadas com ele e com o meu avô, porque quando se juntavam era a paródia. Estavam sempre juntos, e juntos ficaram por várias décadas. As ricas histórias da emigração, as palhaçadas no terraço... Sim, estou a falar no passado... as memórias são mágicas, mas tudo tem um fim.
Aquela casa já não se enche de alegria, agora enche-se de memórias. Falta a voz dele, falta a presença dele, falta tudo. O Verão já não foi o mesmo, a casa apesar de estar lotada, a peça fundamental já lá não está.
Sempre foi aquele casal que admirei, sempre foi aquele o meu exemplo de amor eterno."

Ontem partiu a outra metade. Acredito que se tenham reencontrado... pois um amor destes vence qualquer barreira... 

7 comentários:

Diana disse...

Lamento a perda.
Espero que te encontres bem!
A dor fica... mas ao longo do tempo melhora... Esperemos.
Um beijinho.
):

Oui, c'est moi! disse...

E se ficam as memórias tão boas como essas que tens, é muito bom para ti!
Força, eles hão-de estar em algum lugar mágico a tomar conta de ti. :)
Beijinhos*

somaijum disse...

Muito bonito, mas tão triste, que até dói.
É a vida, vão partindo aqueles que amamos e um dia olhamos para trás e restam apenas memórias. Pior quando começamos a envelhecer e entre nós e a morte, há cada vez menos gente.
Bom, eu hoje estou muito triste e não sou boa companhia. :/

c disse...

Profundo*
Força!!

c disse...

Eu concordo plenamente contigo!!

Cat's disse...

Até fiquei arrepiada...um beijinho e força*

Tânia Sequinho disse...

Tenho a certeza que sim, Tim. Um grande beijinho e abraço para ti e para toda a família.