Mais um episódio cá de casa #7



No outro dia combinei ir dar uma volta com a B', de caminho aproveitei e decidi levar os sacos das embalagens e dos papéis para a reciclagem. Ela ficou à porta do prédio à minha espera e eu lá fui ao contentor. 
Ao despejar o saco do papel reparei numa coisa inacreditável, o contentor estava cheio de livros. Livros novos! Livros limpinhos! LIVROS! Acontece que o contentor estava meio cheio e os meus braços não são muito compridos. 
Fui dizer a B' e esta disse - Deves estar a gozar? - Fomos lá e a B' foi pedir uma pinça da cozinha, sim uma pinça. Graças a uma caixa e à pinça conseguimos tirar de lá alguns livros. Isto podia ter ficado por aqui, mas não...
A B' foi levar os livros à mãe tal como eu, e é quando chegam reforços, o meu irmão desce as escadas e o primo da B' também quer ver o que por lá tinha ficado. Conclusão? O meu irmão foi parar dentro do contentor e não gostou nada.  
Dividimos os livros, fiquei com os infantis, visto ter um irmão com 12 anos e a B' ficou com os romances. 



Se somos malucas? Talvez, mas acontece que deitar livros para o papelão devia ser crime, a pessoa podia ao menos deixá-los cá fora para alguém os poder aproveitar. A vida custa a todos, e nós somos viciadas em livros... por isso, quando deitarem livros fora, pensem em nós.


Sempre imaginei que o paraiso fosse um gênero de biblioteca esta foi a frase que a B' disse depois de uma longa caça ao livro no contentor do Papelão.


Cá em casa reciclamos, sempre foi assim e sempre assim será.

9 comentários:

Leonor disse...

Quem terá sido a alminha que deitou isso fora? Nós cá em casa damos os que já não queremos, mas nunca para o lixo! Grandes malucas!

Ana Rita disse...

:O que choque, podia ter dado ao vizinho, à biblioteca municipal, qualquer coisa menos deitar fora!!!
r: ahah até tem piada ao inicio mas passado um bocado só apetece fugir deles xD

Cátia C. disse...

Como é que é cabe na cabeça de alguém deitar livros novinhos fora?? Eu acho que teria feito o mesmo que vocês! Se estão bons, para quê desperdiçar? Só é pena que os inteligentes que os deitaram fora, não os tenham deixado no exterior do contentor...

Inês ✿ disse...

Mesmo que já não queira ter um livro em casa, o que é raro, nunca penso em deitá-lo fora. Que sorte a tua :)

SARA SILVA disse...

podem ter-se sentido malucas, mas certamente não têm menos juízo que a pessoa que pôs os livros no papelão! que vergonha, todos os livros são imortais!

beijinhos *

Sofia disse...

WHAAAAAAT? Senti uma pequena dor no coração :(


PS: apaguei o teu comentário na publicação das rapidinhas sem querer mas sim, dei miminhos à minha mãe e tu? :)

Patrícia disse...

Aiai devia ser crime mesmo! :o

Haha sinto-me muito melhor por saber que não sou a única a lidar com uma adolescência complicada xD

M. disse...

Livros no papelão? Diga lá a morada que eu quero encontrar um paraíso desses!

Há tantos grupos de venda de livros em segunda mão... Ao menos podiam ter feito dinheiro com eles, se já não os queriam. Agora, lixo?!
Até me deu uma dor na carteira...

FME disse...

Fogo nunca o tal, em óptimo estado ainda para mais! Eu às vezes limpo as minhas prateleiras mas não vão para o papelão deus ma livre, vão para a biblioteca!