O que é bom é para se ver #10



La famille Bélier a.k.a A Família Bélier
Classificação do IMBD - 7,3

Paula Bélier tem 16 anos e vive na quinta com os seus pais e com o seu irmão. É a única que ouve e fala na família, o que a coloca em situações embaraçosas e por vezes egoístas. 
Habituada a um mundo "silencioso" descobre que tem um dom, a música. No entanto, o seu pai decide candidatar-se a um cargo político. Será Paula capaz de seguir o seu sonho e deixar a sua família? 

Ao longo deste filme existem altos e baixos. Temos a sensação de ver um drama com uma pitada de humor. Quando a sua mãe descobre que Paula sabe cantar, fica desgostosa. O irmão tem uma experiência sexual inesquecível e mais não conto!
Durante um concerto, os seus pais ficam sem saber o que fazer. Quando ela faz a audição para um concurso de música, ela decide traduzir para eles enquanto canta. Um filme amoroso. 

Factos engraçados sobre o filme? Os actores não são surdos mudos, mas durante o filme não dá para perceber isso. 
A Loaune Emera (Paula) participou no The voice na França. Já lançou um disco e ganhou o prémio César du meilleur espoir féminin e desde ai tem sido sempre a subir. Uma curiosidade da Louane ela tem uma fobia fora do normal. 




When Harry met Sally a.k.a Um amor incondicionável 
Classificação do IMBD - 7,6

Sally e Harry conhecem-se numa boleia para a faculdade. Sally é uma rapariga toda certinha, já Harry é um rapaz que fala sem qualquer tipo de pudor.
Ao início odeiam-se, mas com o passar dos anos e com a cumplicidade que vão ganhando, a coisa muda. Será que é possível ser-se amigo do sexo oposto? 

Um romance dos anos 90 que mais parece futurista. As conversas entre Sally e Harry são super actuais e com bolinha vermelha, não acreditam? De certeza que conhecem pelo menos uma cena do filme. Outra coisa, se gostam do filme Um dia, também vão achar piada a este.





You've got mail a.k.a Você tem uma mensagem

Classificação do IMBD - 6,5

Kathleen Kelly é proprietária de uma pequena livraria. Joe Fox é dono de um império de livrarias. Quando ambos os negócios se cruzam, ambos tentam fazer de tudo para se superar nas vendas. 
Kathleen e Joe trocam e-mail's mas não se conhecem fisicamente, nem sabem quem é quem, até que decidem encontrar-se. Não será fácil, mas no final o amor vence.

Mais um filme dos anos 90 e mais um filme com Meg Ryan (estou numa fase Meg Ryan e estou a adorar). Vale a pena ver o filme, a química entre os protagonistas está lá. Dos e-mails as acções é inexplicável. 

6 comentários:

C. disse...

When Harry met Sally... a cena clássica do orgasmo da senhora Ryan :p

M. disse...

Fiquei com vontade de ver o 1º, até para treinar o meu francês, e começar a habituar-me a ouvi-lo.
E essa música quase me deixou de lágrima nos olhos :')

Miguel Gouveia disse...

Aquele tipo de livros também sempre me cativou porque nos mostra bem mais além do que aquilo que pensamos que existe. Acabam por ser outras perspetivas de ver o que nós, à partida, pensamos que sabemos :P

Ótimas sugestões neste post :D

InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

catarina disse...

r: o dia da mãe são todos os dias :)

Rufy disse...

A Louane não venceu o The Voice, apenas chegou à meia-final. Mas como alguém achou que ela tinha potencial, foi convidada a entrar no filme e acabou por lançar um álbum.
E aqui por França tem tido mais sucesso do que muitos que já ganharam o The Voice e outros programas do género.

estrela disse...

quero ver o 1º sem dúvida!!!!!