Seguro de saúde, o dilema

Quando terminei a faculdade, o seguro de saúde que tinha deixava de fazer efeito. Acabas os estudos, deixas de ter o seguro dos teus pais, pimbas!
Nessa altura decidi fazer um seguro de saúde, falei com uma amiga dos meus pais que tem uma seguradora. Tratou do cartão e até me explicou tudo sobre o seguro, onde o podia usar, como utilizar o cartão, ou seja, as regras básicas.

Não o utilizei durante um ano, pois sentia-me bem... Até Outubro passado.
Fui fazer os exames e apresentei o cartão do seguro, tal como me tinham dito para o fazer. Lamento mas o cartão não está activo esta foi a resposta que me deram a 1ª vez que o utilizei. Falei com a amiga dos meus pais e esta disse para entrar em contacto com a própria empresa, para pedir uma 2ª via pois devia ser da banda do cartão. Liguei para a empresa e lá me dizem que tenho que falar com a pessoa que me fez o seguro e que se o cartão não está activo nada tem a ver com a banda. Pediram-me no entanto, as facturas dos exames para poder ser reembolsada. Tive que repetir alguns exames mas desta vez nem sequer apresentei o cartão, pois não podia estar à espera. 

Voltei a falar com a amiga que me diz ter feito tudo direitinho, eu é que não estava a saber usar o seguro. Aqui a Tim começa a ficar farta deste jogo do empurra e toca a anular o seguro. Vou ao banco e dou baixa da transferência mensal. Antes de o fazer avisei a amiga dos meus pais, mas esta já dizia que iria tratar do problema. 

Agora que o seguro está anulado a moça lá deu o ar da sua graça com um e-mail a dizer que o seguro que fiz era só para o caso de internamento hospitalar (quando o fiz disse expressamente que queria um pouco de tudo, consultas e exames incluídos) e que não iria ser reembolsada. Ah! E que o pagamento do mês estava também em atraso. Até lhe respondia mas não quero ser mal-educada.

Moral da história, isto tudo é muito bonito... Confiei nesta suposta amiga e lixei-me à brava. Uma coisa é certa SNS é que está a dar.

11 comentários:

Clair de Lune disse...

que bela treta :( essa gente é muito esperta e nós depois é que somos enganados x.x

Marta. disse...

r: só os melhores momentos ahah

Indigo disse...

Que merda... Bem sei que os seguros nos tentam lixar, mas vindo de uma amiga ainda é pior.

FME disse...

Fogo muito mau :\. Eu também perdi o dos meus pais mas no entanto só este ano é que pensei em arranjar uma coisa dessas para mim, mas não optei por seguro, mas sim por um cartão saúde do ACP/Saúde Prime, que tem consultas e alguns exames rotineiros mais em conta. Se tiver algum problema de saúde de pouco me serve, mas apenas para umas consulta rotineiras é óptimo.

A disse...

Os seguros têm sempre histórias mal contadas pelo meio. Quando a esmola é grande, o pobre desconfia.

Marta. disse...

r: muito obrigada!! fico feliz por gostares :)

Leonor disse...

Fogo que mau!


r, Oh yes ;)

Boboquinha disse...

Moça,
meter-nos a fazer seguros de saúde requer um mestrado de conhecimento ANTES de assinar seja o que for!
Amigos, é para os ter à distância.
O que mais existe por aí são esquemas com seguros. Uma pessoa pensa que em caso de necessidade está protegida e vai depositando dinheiro mes atrás de mes, ano após ano... e quando precisa "não se aplica" LOL!

Recentemente no telejornal deu o caso de um senhor que, junto com a esposa fez um seguro de "tudo e mais alguma coisa" de um valor exorbitante, e recorreu ao amigo de longos anos que trabalhava numa seguradora, mas ia mudar para outra. Naturalmente, essa pessoa quis levar para o novo local de trabalho uma "carteira de clientes". A senhora teve o azar de ficar gravemente doente, vindo a falecer. O seguro não pagou NADA e justificou isso alegando que tinham sido ocultadas "informações reais sobre o estado de saúde da pessoa". Mas a pessoa se julgava saudável e por isso não mentiu. COMO se percebe, eles podem sempre alegar esta coisa ridícula e colocam cláusulas e alíneas que têm de ser levadas a ESPECIALISTAS para não seres ludibriada. Agora o assunto vai ser resolvido em tribunal, vai-se gastar muito dinheiro, mais processos nos tribunais, um desgaste emocional tremendo, uma canseira dos diabos. Não merece a pena.

Ace disse...

Fonix mas vale pagar e tá feito.

*Nightwish* disse...

Chamem-me séptica mais eu nunca acreditei muito na "boa vontade" dos seguros. Sempre que me pára uma caso de seguros às mãos, é uma complicação, porque eles nunca querem assumir nem pagar nada. Eu não tenho seguro de saúde, mas também vou ao médico "quando o rei faz anos" e, que saiba, não tenho nenhuma doença que exija mais do que uns analgésicos ou antistamínicos de vez em quando. Mas o pior mesmo é quando essas "facadas" vêm de "amigos"... =/
*****

P' disse...

Este país é uma vergonha!