Momento lamechas! Não leias.



Ontem em conversa com uma boa amiga apercebi-me que muitas das minhas amizades foram por interesse, mas não da minha parte. Há mais de três anos que não falo com as minhas melhores amigas, se assim as posso chamar ... mas tive de por um ponto final, pois deixei de olhar para o meu bem e fazia tudo por elas. Conhecemos-nos na primária, mas não começamos a ser amigas ai, foi preciso chegar ao 10º ano.
Sempre pensei que as minhas melhores amigas gostassem de mim como eu era... Todos os fins de semana combinávamos coisas para fazermos juntas, mas quem as fazia era mesmo eu. Quando foi diagnisticada "a doença" pela primeira vez, decidi não contar porque não quis preocupar ninguém, mas mesmo assim elas descobriram e nada fizeram. Quando o grupo aumentou (entre namorados e amigos delas), desisti de sair à noite, pois entre conversas de merda e de rebaixarem uma pessoa, não havia mais nada para falar. A verdade veio ao de cima, gozavam comigo, utilizaram-me vezes sem conta e eu a pensar que eram minhas amigas. Sim, sou muito estúpida, ingénua e parva. 
Chorei muito e deixei de confiar totalmente nas pessoas, talvez seja por isso que não confio plenamente em rapazes, mas isso já mete outra história. Ainda tive outras amizades assim, mas depressa afastei-me. Tive outras amizades que ainda guardo, o grupo é pequeno, mas foi o que se pode arranjar. 
Decidi recomeçar, entrei para a faculdade, fiz novos amigos, mas cai na mesma asneira, mas desta vez não estava sozinha, e tenho muito a agradecer-lhes.
No entanto quero deixar aqui um recado, nós nunca estamos sozinhos, um dia encontramos um amigo que ficará sempre nosso amigo, pode demorar, mas existem muitos por ai e depois vai valer a espera. E sim, podes pedir ;)

8 comentários:

Ne disse...

é como eu costumo dizer: já perdi a conta à quantidade de vezes que confiei nas pessoas erradas.

Ana disse...

Já não consigo concentrar-me. Essa cena é de que temporada? ahahah desculpaaaaaaaaa.

Caucau disse...

Olá Tim. O blog agora está num sítio novo, em www.upper-east-side.blogspot.com. Quando puderes faz uma visita e diz-me o que achas do novo header. Bjs***

Érica disse...

:) Não podia deixar de comentar, é fantástico, conforme vamos conhecendo os nossos amigos nos apercebermos que temos histórias parecidas. Lembra-te que se as pessoas não te respeitam, realmente não te merecem, e por seres uma excelente amiga, as pessoas que te amam vão continuar ao teu lado (vá, é o meu momentinho lamechas lol). E sim, também podes pedir! ;)

D.Pereira disse...

eu tenho vários amigos que sei que posso contar em diversas situações mas já não tenho "melhores amigas" isso foi algo que deixei lá para o ciclo e ainda hoje me trazem decepções quando penso nelas...

Ritinha disse...

Eu não chamo a essas pessoas amigas, chamo pessoas que passaram pela minha vida em que em algum momento foram importantes, eu sei o que isso é, perdi a "minha melhor amiga" quando arranjei namorado, ao que cheguei à conclusão que não era a minha melhor amiga, pois não me queria ver feliz, ela podia ter os namorados que quisesse, quando eu arranjei um, não sei se foram ciumes se o que foi, deixou de ser a mesma comigo, e ao longo dos tempos a coisa tem piorado, já lá vão 6anos e meio e o namorado é o mesmo e a relação com ela foi-se, mas como não foi só comigo que ela mudou, creio que o problema não será meu...

Perdem.se uns, ganham-se outros e se os perdemos é porque não eram assim tão importante quanto isso!

Nádia disse...

:) Infelizmente o significado de amizade para muito boa gente é dar e exigir em troca, é comentar a amizade das outras pessoas, em vez de serem apenas amigas em todas as circunstâncias boas e más. E quando se tem problemas saber ouvir, se não houver como ajudar ficar em silêncio, as vezes é o melhor do que dizer disparates. Vivemos num mundo competitivo e hoje é muito dificil ter melhores amigos, e o real problema a meu ver é darmos estatutos (amigos, melhores amigos, inimigos) a tudo e depois gera-se o conflito. É tudo amizade, até quando temos namorados, o que conduziu ao amor foi a amizade (nem sempre mas...). Concentremo-nos apenas nisso, na Amizade ;)

moon disse...

identifiquei-me com algumas coisas. Também estou(-ive) doente e também o escondi. As minhas melhores amigas também se afastaram, e eu nao corri atrás... porque nao podemos ser sempre nós certo?
se alguma vez precisares de falar com alguém, podes falar comigo. Terei o maior prazer em ajudar-te :)