Amor eterno



Nunca fui dessas coisas, ou melhor, nunca acreditei nessas coisas. 
Minto, acreditei sim. 

Até há bem pouco tempo, tive o prazer de conhecer e de fazer parte da família do casal mais cómico e alegre do mundo. Tenho orgulho de dizer que são os meus tios e que chegaram até aos 65 anos de casados. Um amor incondicionável que faz lembrar uma boa comédia romântica.
Casaram-se com 16 anos lá na aldeia e tiveram 8 raparigas, isto porque o meu tio queria um rapaz e porque naquele tempo não havia grandes distrações. 
Aquela família foi crescendo, hoje são mais de 20 netos e um número ainda não definido de bisnetos. A minha mãe está lá metida no meio, tudo porque os meus avós e os meus tios emigraram para a França juntos, o que tornou a família ainda maior. Algumas filhas por lá ficaram, mas eles regressaram à aldeia.
Quando chega o Verão, todos se juntam na festa da aldeia. Todos os anos, fosse Natal ou Verão, ia até à aldeia e visitava-os. A casa estava sempre cheia e cumprimentar todos era uma missão impossível. Quando nos sentávamos, o meu tio fazia o favor de nos obrigar a comer, até a mim, mesmo não tendo fome. Cortava o pão, o presunto e dava a todos, e nós bem o tínhamos que o comer.
Dei muitas gargalhadas com ele e com o meu avô, porque quando se juntavam era a paródia. Estavam sempre juntos, e juntos ficaram por várias décadas. Sim, estou a falar no passado... as memórias são mágicas, mas tudo tem um fim.
Aquela casa já não se enche de alegria, agora enche-se de memórias. Falta a voz dele, falta a presença dele, falta tudo. O Verão já não foi o mesmo, a casa apesar de estar lotada, a peça fundamental já lá não está.
Sempre foi aquele casal que admirei, sempre foi aquele o meu exemplo de amor eterno. 



11 comentários:

S'M disse...

Será sempre o teu modelo de amor eterno.

Ana disse...

Tiveste a prova de que existe.

Rainha das Estrelas disse...

que bom! ainda há bons exemplos de que o amor resiste e perdura! :)

After Dreams disse...

adorava ter uma familia assim grande :) o texto está muito lindo! beijinhos

- Diii - disse...

Era para apenas informar que tinha mudado o link do blog, por haver certas paredes com ouvidos e que podem vir a investigar uma vida que pretendo manter anónima.

Desculpa pelo encomodo :(

camaraaescuraa.blogspot.com

A. disse...

Aiii adorei :) Beijo **

Le Blonde disse...

Que texto bonito... logo dia dos namorados! Eu acredito em amores assim e espero ter a sorte de ter isso na minha vida!

Ritinha disse...

OOOOh, eu também quero ter um amor eternoooo!

Corina de Oliveira disse...

Custa quando isso acontece... pior serão as reuniões de familia pois parece que falta sempre algo.

Cat disse...

:'(

francisca paulos disse...

sempre tens essas ótimas recordações minha linda :) x