Injustiças e outros dramas

A vida é tão injusta, enquanto que para uns (que não merecem, por serem como são) têm uma vida de sonho, outros levam com os desafios da vida. 

Se calhar é por ser assim que não tenho sorte. Acredito na justiça e o problema é que não existe qualquer tipo de justiça. Já pus em causa tudo. Já pensei que Deus só olha para os diabos da vida e ainda os ajuda. Já pensei também que a vida me pôs à prova, por ter receio de perder alguém e de não conseguir viver sem ela. Já pensei também, que é nesta situação que tenho de pôr em causa a minha força mental e física. Mas como tudo na vida, existem limites. O meu chegou ao fim... estou farta de ser a boazinha... se tenho que ganhar força, então rebaixo aqueles que já me rebaixaram, trato mal quem já me tratou e não me venham com as injustiças, pois eu estou farta delas e já é tempo de ultrapassar a barreira.

Agora venham cá reclamar, que eu respondo à letra

1 comentário:

Ana disse...

Eu era como tu, até que percebi que não podemos andar sempre a levar chapadas na cara e continuarmos a dar a outra face. Temos de ter amor próprio!