O dia do Blogue - Opinião da Tim

Esta moda dos blogues veio para ficar e durar pois famosos descobriram uma plataforma que lhes pode render uns bons patrocínios e uns bons trocos. 

A verdade é que já os podemos separar em dois grupos - Os blogues dos famosos e os blogues dos pobres, por assim dizer. 

Desde de 2012 a blogosfera tem sofrido fortes alterações, surgiu a Daily Cristina e muitos mais apareceram do nada. Tudo o que é famoso tem um blogue... Ou quase todos. Nem todos conseguem mantê-lo mas depressa percebemos que mais deles não são escritos pelos "tais" famosos, como uma vez disse a Vanessa Martins - Tenho uma equipa por detrás do blogue - E quantos mais não terão e não sabemos. Parece ser uma epidemia mas tudo isto é feito para chamar a atenção e voltar à ribalta. E então e os blogues dos "pobres"? 
Há por ai muitos blogues que valem a pena ler. Um bom blogue que por ai anda é o da Carolina, simples mas realista. Temos também a Sofia, uma eterna sonhadora. Há quem os crie com o intuito de receber coisas e há quem queira desabafar neste mundo virtual. Todos temos direito ao nosso cantinho, e somos nós que decidimos o que queremos partilhar (.)

Quando digo que tenho um blogue a maioria das pessoas fica a olhar para mim e a pensar que sou alguma pipoca mais doce. Não o sou, nem o tento ser. Utilizo o blogue como uma forma de expressar os meus sentimentos, as minhas revoltas ou porque me apetece partilhar com o meu mundo virtual um episódio caricato. Digo sempre se um dia me descobrirem, este blogue desaparece mas a minha ideia está a mudar, porque este blogue é a minha casa, e se não gostarem há sempre um x no canto superior direito!
Tenho escrito muito, mas partilho ainda mais. Sei que devia escrever sobre sentimentos que outrora senti, mas que não sinto mais. O blogue cresceu comigo. O blogue ganhou outra força em mim. Vejo este cantinho como um emprego que não tenho, pois é aqui que deposito a minha esperança. Muitas de vocês nunca leram os primeiros textos deste blogue e na verdade, não faz mal. Devia escrever mais textos de opinião relevante e não só de apenas de coisas culturais sem qualquer relevância para vocês. Acredito também que ninguém vai ler este texto até ao fim, pois não tem imagens a acompanhar e não tem piadas típicas da Tim. 

Espero que não vos tenha maçado com o texto, mas hoje é o dia do blogue e a data não podia passar-me ao lado.

10 comentários:

Sophie Tudela disse...

Infelizmente tens razão

Suse disse...

Eu li até ao fim hey! Merecia um prémio por nem ter tido direito a uma imagenzinha haha :p estou a brincar! Eu também vejo o blog um pouco como um "emprego" uma vez que também ainda não consegui arranjar e sempre me ajuda a estar dentro da minha área e manter-me ocupada! E dentro dos blogs dessa malta famosa, sinceramente não sigo nenhum. Não me dizem nada :)

Clair de Lune disse...

Tens toda a razão!!!!!

P.S: Adorei o texto. Beijo *

Beatriz Sousa disse...

Yup tens razão. Pior do que isso, grande parte das pessoas pensa que quem tem um blog é um pouco croma ou ingénua e tenho de admitir que hoje custou-me ouvir isso numa conversa entre amigos onde nem sequer sonhavam que eu tinha um...

Melanie Moreira disse...

Infelizmente, tenho que concordar contigo!

Conhece a vencedora do giveaway!
Beijinhos
http://that-g-i-r-l.blogspot.pt/

Ana Filipa disse...

Ah eu li até ao fim. Mesmo sem piadas e mesmo sem imagens.
Também acho que começa a ver uma grande diferença é causada em parte pelo impacto que estas pessoas já têm.
Eu não digo a ninguém que eu conheço que tenho um blogue porque sei que depois dali surgem vários tipos de comentários pelos quais não quero na minha vida. (Parvoíce, I know).
Partilho muito a mesma opinião que tu, Tim

A Lisboeta disse...

Concordo. A verdade é que também não me imagino sem o meu blog já :)

Marta Santos disse...

Concordo com tudo o que disseste! O blog é o único sítio onde não me chateio mesmo nada por ser pobre, prefiro não ter o dinheiro do que vender a imagem daquilo que não sou.
O blog sou eu, com ou mais tempo, mais ou menos publicação, mas sou eu. É o espelho da miúda que foi crescendo desde 2011 até esta criatura que sonha acordada e por lá partilha algumas aventuras e opiniões.

Sofia disse...

Sobre este texto, duas coisas:
- Concordo plenamente com tudo o que disseste!
- Obrigada pela referência, é muito bom saber que o meu blog é assim importante para alguém!




www.asofiaworld.com

Tânia Sequinho disse...

Guardei este post especialmente para o ler com a calma e atenção que ele merece. E hoje em que mais uma vez a minha televisão foi invadida por bloggers e pessoas famosas a fazerem-se passar por novas youtubers, achei que era o dia perfeito para o ler. Esta onda que vem desde 2012, como dizes, cada vez me mete mais infeliz e sem esperança nos blogs portugueses. Lamento revelar isto aqui, mas é o que sinto. E depois de uma conversa com uma das minhas melhores amigas no outro dia, chegámos à conclusão que é rara a pessoa que ainda lê blogs... ou melhor, que ainda lê alguma coisa na internet. E isso é tão, mas tão triste. E quem lê... ou melhor, vê, prefere pessoas com conteúdo fútil e sem grande informação útil.

Por isso a minha pergunta é: ainda vale a pena manter um blog? De x em x de tempo esta pergunta aterroriza-me e eu sinto-me bloqueada. Será que só nós, bloggers, é que ainda lemos blogs?

Bem, estas são as minhas questões e achei que seria fixe partilhá-las contigo. Espero que não te importes.

Um grande beijinho, Tim.