Sextape


Sextape aka Sex Tape - O Nosso Vídeo Proibido
Classificação IMDB - 5,1 
2014

Um casal quer reacender a chama e para isso têm a brilhante ideia de fazer uma sextape. Mas não a apagam, metem-na da cloud. Qual é o problema? Eles não sabem usar a cloud, mas será que alguém sabe mexer naquilo?

Não fiquei fã do filme. Uma simples comédia para quem não tiver nada para fazer e quer ver o rabo da Cameron Diaz. Já o Jason Segel, estava à espera de melhor.

Can you keep a secret de Sophie Kinsella - Ler faz bem

Classificação: 4 estrelas 

Can You Keep A Secret?
de Sophie Kinsella
ISBN: 9780552771108

Edição ou reimpressão: 03-2003
Editor: TRANSWORLD PUBLISHERS LTD
Idioma: Inglês
Dimensões: 127 x 199 x 23 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 368

Can you keep a secret de Sophie Kinsella

Emma é uma rapariga que não se queixa de nada. Tem segredos como qualquer pessoa e um deles é ter medo de voar. Graças a uma turbulência, ela agarra-se a um desconhecido e revela todos os seus segredos. Pensa que nunca mais irá ver aquele desconhecido, mas era o seu Big Boss. O Big Boss tenta mostrar a Emma que ter segredos é normal, mas quer mostrar-lhe também que a sinceridade é mais do que uma vantagem.  


A Izzie achou que eu devia começar a ler Sophie Kinsella. Sendo ela uma fã da autora, emprestou-me este. Confesso que não estava para ai virada mas a história prendeu-me logo de início. A cada capítulo temos a sensação de entrar num universo Disney mas numa versão para adultos. 
Se todos os livros forem como este, ficarei rendida à autora. A leitura é leve e promete muitas gargalhadas. Ler em inglês tem-se revelado uma experiência única e o que que pensava que outrora estava esquecido afinal ainda cá está. 

5 livros que me marcaram - Dia do livro


Fui convidada pela Sofia do A Sofia World para um desafio. Não sou destas coisas mas a moça lá me persuadiu. O desafio é simples - revelar 5 livros que me tenham marcado de alguma forma.

Um romance cliché. Uma história de amor que tem veracidade e que não deixa ninguém indiferente. 

Paulo Coelho aborda o tema suicídio de forma frontal. Pelos olhos de Veronika, temos a noção que a mesma se arrepende mas que quer aproveitar todas as oportunidades. O final é do caraças e faz-nos reflectir sobre todas as escolhas que já fizemos na vida. 

Ao ler o livro da Sofia apercebi-me das coincidências e dos sentimentos que outrorá estavam esquecidos. Este livro é uma chapada de luva branca para aqueles que um dia dizeram - Não gosto de ti porque... - Todos temos defeitos, e um dia vais-te aperceber do teu moço ;)

Christiane teve a coragem de assumir o seu erro, mas o vício falou mais alto. No entanto, quis mostrar ao mundo o que a droga lhe fez. Chega a ter detalhes nojentos que todos tentam esconder mas que Christiane fez o favor de partilhar. 

Da escrita à história, este livro deu-me uma grande lição de vida. Não é de todo um romance, é mais uma história de uma família que foi separada devido a uma doença mas que nunca perdeu a esperança de voltar a reencontrar-se.  

Espreitem o pessoal que também aderiu à ideia 
- Infinito Mais Um - http://www.infinitomaisum.com/
- Joan of July - http://joanofjuly.com/

CAMINHADAS VIVAFIT - DIA 20 DE ABRIL ÀS 21H

As caminhadas do ginásio Vivafit de Santo António dos Cavaleiros voltaram!

Partida: Frente à farmácia de Santo António dos Cavaleiros
Chegada: Parque da cidade em Loures com direito a uma aula de Sh'bam

Inscreva-se no ginásio Vivafit de Santo António ou ligue
969169339 -913216671

Diz-lhe que não da Helena Magalhães - Ler faz bem

Classificação: 5 estrelas

Diz-lhe que Não
Autora:  Helena Magalhães
ISBN: 9789896268077

Edição ou reimpressão: 03-2017
Editor: A Esfera dos Livros
Dimensões: 159 x 233 x 14 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 256

Diz-lhe que não da Helena Magalhães 
Helena Magalhães, decorem este nome e dirijam-se à livraria mais próxima. Ela já nos aliciou através do seu blogue com a crónica "O amor é outra coisa", onde nos revela situações caricatas que mais parecem novelas mexicanas.



Olhem para o livro como se fosse um auxiliar de estudo para todas as mulheres portuguesas. Cada capítulo diz respeito a um tipo de homem -  O Sem Cojones, O Poeta, O Telecomunicações - onde são reveladas histórias e algumas dicas que poderão ajudar a identificar os patifes que por ai andam.
No entanto, o livro fala do amor, aquele que nos deixa cegas e que nos leva às maiores loucuras. Aquele que pensamos que merecemos e que nos deixamos agarrar à ideia "mais vale assim do que nada" porque o medo de ficar sozinha é real. 

É bom relembrar que devemos dizer sim ao amor, mesmo que a desilusão esteja ali ao lado, como a própria Helena o diz. 

P.s:. Estão garantidas boas gargalhadas e quero um autógrafo moça ;)

Lançamento - 19 de Abril - Encontros que a Memória Guarda, de Alfredo Duarte Costa


Resumo da Semana #9


Fui ver o "Beauty and the Beast"


Oferecemos um livro sexual a uma instrutora 


Fui ao lançamento das novas coreografias


Fui ao lançamento do livro da Dolores e da Kátia Aveiro, e tirei foto com elas...


Perdi a cabeça na Disney e na Fnac 

Promoções de ler e chorar por mais




No sábado vou à Fnac perder a cabeça.
Cliquem nas imagens para saber o porque? 

Hidden Figures


Hidden Figures aka Elementos Secretos
Classificação IMDB - 7,9
2016

Enquanto os Estados Unidos e a União Soviética competiam a todos os níveis e apesar da segregação racial e sexual, estas 3 mulheres afro-americanas lutavam pelo bem do seu país, dando o seu tributo na NASA. 

Uma história verídica calha sempre bem nos Óscares. A escolha musical é bem diferente do que estamos habituados nestes tipos de filmes. As actrizes não podiam ser as melhores e a história é tão pura que é impossível ficar-se indiferente. Cheguei mesmo a relacionar com o filme "The Help".

Kirsten Dunst e Jim Parsons são 2 actores pelos quais nutro um grande carinho, conseguiram que esse mesmo carinho dê-se lugar à Tu estás a ver se levas.

10 perguntas que ficaram por responder em How i met your mother

Fez ontem 3 anos que How i met your mother chegou ao fim. Muitos odiaram, outros mostraram indiferença. Agora é tarde para mudar mas ainda existem perguntas pelas quais espero uma resposta.


1. A mãe morreu de quê? 
Matam a personagem pela qual esperámos 9 anos e dão-lhe uma morte muito xoxinha. Mas morre de quê? Pois aqui está um enigma tipo The Pineapple Incident, mas esse ainda teve resposta... 

2. Mas quem será a mãe da criança?
Eu sei lá. Será sempre conhecida pela #31. Os criadores podiam ter-se dado ao trabalho de escolher uma personagem random para fazer de mãe da criança. Ah ok, como não conhecemos a #7 da semana perfeita também não temos direito de conhecer a #31.



3. O Barney acaba sozinho?
Todos do Gang fundam uma família, já Barney anda por ai à deriva. Não encontra a sua cara-metade? Ele e a Robin faziam todo o sentido enquanto casal, mas todos temos direito a ser felizes e no fundo o Barney até é um bom rapazinho. 

4. Então a Robin não ia andar num touro mecânico?
Lembram-se do episódio em que a Robin descobre que não pode ter filhos? O Ted narrador diz que ela iria montar um touro mecânico. Os criadores em vez de gastarem 22 episódios num casamento falhado podiam ter tirado 5 minutos para a Robin fazer mais das suas famosas figuras. 


5. Sendo o Ted um romântico crente, porque demorou tanto tempo a casar com a Tracy?
I love you no 1º encontro com a Robin. Encontro de 2 minutos com a Stella. Um quarteto de cordas para a Robin. Uma noite romântica com a Victoria. E no fim, demorou uma eternidade para casar com a rapariga. O pedido foi giro mas o casamento não teve graça nenhuma. 

6. A sócia da mãe? 
Como já disse, tanta coisa para um casamento falhado e falharam em pormenores como este. Alguma sugestão?


7. A banda da mãe safou-se, ou tornou-se num fracasso?
Tivemos o prazer de conhecer o Darren, o vocalista, mas não conhecemos mais ninguém. Podiam ter tocado qualquer coisa no casamento, visto que a Cristina canta tão bem, mas não, gastaram tempo naquilo. No fim, não voltam a falar na banda... Esperemos que tenham tido sucesso. 

8. A Lily volta de Itália e continua a trabalhar no mesmo? E o Ted, volta a dar aulas ou continua a ser arquitecto?
Percebemos que a Robin continua a ser jornalista, que o Barney se torna blogger a tempo inteiro e o que Marshall se torna #judgefudge e o resto? Fica a vosso critério.


9. Como se chama o 3º filho de Lilly e Marshall?
O primeiro é Marvin, como o pai de Marshall. O segundo é Daisy. O terceiro é como o telespectador quiser...

10. Os pais da Tracy?
Nem se deram ao trabalho de os mencionar... 


Este sim, era o mistério que deveria ter continuado a ser mistério...

Gemma Bovary



Gemma Bovary
Classificação IMDB - 6,4
2014

No mesmo local onde Flaubert escreveu Madame Bovary, chega um casal de ingleses que procura a tranquilidade. O nome? Bovery. Coincidências? Muitas.
O padeiro da região começa a seguir a moça por perto, e entusiasma-se de tal maneira que pensa que terá sorte, como no livro... Mas não posso falar mais.

Acabei de ver o filme e a minha vontade era conhecer a história para poder comparar. Se alguém já leu o livro, veja o filme e compare. Sim, é mais um filme francês.

Um dia de David Nicholls - Ler faz bem

Classificação: 3 estrelas 

Um Dia
de David Nicholls
ISBN: 9789722631792

Edição ou reimpressão: 07-2010
Editor: Livraria Civilização Editora
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 242 x 31 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 456


Um Dia de David Nicholls 
Dexter e Emma conhecem-se na noite em que acabam os estudos. Cada um podia ter seguido a sua vida mas acabam por se tornar grandes amigos. Um romance que floresce ao passar dos anos mas que acaba por nos dar uma lição de vida.


Fiz asneira. Vi primeiro o filme e só depois li o livro. Acontece que o filme é melhor que o livro. É estranho. Toda a escrita do livro dá a entender que o próprio é um guião. 

A leitura é rápida, a escrita é simples só que há muitos momentos "encher chouriços". Trata-se de um romance que lembra Romeu e Julieta, mas numa versão mais ligeira e cómica. 

O livro tinha tudo para dar certo, mas não deixa de ter um fim bem real. O fim choca, mas choca por uma razão. Os anos passam, as atitudes de ambos são parvas e quando realmente chegam a um consenso, a tragédia dá-se.
O autor quer lembrar ao leitor que a vida é um dia e a oportunidade de hoje pode já não ser a mesma amanhã. 

Ambas as personagens são de extremos e antagónicas mas no fim complementam-se. Dexter não passa de um homem que não quer crescer e que quer alguém ao seu lado que o possa ajudar a fazer as coisas certas da vida. Emma já não é assim, é a típica rapariga certinha que adora romances e que espera que o seu esteja para breve. 

Emma não vive sem Dexter e Dexter não vive sem Emma. Mas como tudo na vida, ambos fazem coisas pelas quais se arrependem e Dexter não é de todo aquilo que aparenta e Emma só quer a sua felicidade, mesmo quando ele a magoa.

Apesar de ser um bom livro, a minha sugestão é ficarem-se pelo filme...

Quando queres dormir mas...


O teu pai mais parece o dono da EDP


A tua mãe entra no quarto e começa aos gritos - Tens roupa para lavar?


O teu irmão acorda 1º e começa toda uma gritaria pois se eu acordo, todos acordam!


A minha vizinha decide usar saltos


E tu nem um ai soltas quando te levantas...

A minha outra identidade - Pedaços da Tim





Começo por revelar que faço parte da plataforma Peachy, pela qual dou o meu nome verdadeiro e não a minha alcunha. Sim vão ficar a saber o meu apelido... um apelido fora do normal. Espero que sigam a plataforma porque foi pensada em vocês. Olhem para ela como se fosse uma Cosmopolitan online.  

Não esperem de mim a minha identidade total por aqui. Jamais irei colocar uma foto minha, só se um dia conhecer a família Aveiro ;) 

Dans la Maison


Dans la Maison aka Dentro de casa
Classificação IMDB - 7,4
2012

Germain é um simples professor de literatura francesa que cai nas histórias que Claude lhe apresenta. Querendo sempre saber mais e mais, Germain pede ao seu aluno que continue a escrever. O segredo está numa família suburbana mas que Germain pensa ser fictícia.

Como é que um professor se deixa enganar pelo aluno, aqui está a resposta. Ficamos sempre com a dúvida e quando a verdade chega, chega ao mesmo tempo ao espectador e ao professor. Claude é um personagem que nos deixa a pensar será ou não verdade? Tem tudo para ser o psicopata, mas não será o professor o verdadeiro psico? 

Sim, é um filme francês. Mas não tenham dúvidas, pois o filme é bom. E já se fala em adapta-lo para o mercado americano... Não têm ideias, vão ao cinema europeu buscar e modificar.

Compras Saudáveis - Bons vícios

Tenho uma novidade


 Finalmente arranjei trabalho numa loja de brinquedos.
Já tive putos a desarrumar a loja, que quase partiram a montra mas sobretudo já tive pessoas simpáticas e atenciosas.

Um obrigada às pessoas que me apoiaram e que me apareceram na loja com um café na mão. 

Sigam-me no Twitter e no Facebook,  é lá que conto os episódios da loja ;)

Lançamentos Chiado Editora - Março

DIÁRIO DE UMA ESQUIZOFRÉNICA
Autora: Mafalda Lobo
Data de publicação: 1 de Março de 2017
Número de páginas: 142 páginas
ISBN: 978-989-51-9389-9
Colecção: Viagem Filosófica
Género: Filosofia
€11,00


Nada vai conseguir preencher o vazio que sinto em mim, não consigo amar estas pessoas, não á nada que me ligue a elas, não me deram nada para além de ilusões, educada por 2 crianças que nem se conhecem a elas próprias, incapazes de comunicar, e no meio disto cá estou eu, tão, tão sozinha, como sempre é claro, é esta a realidade, não posso fugir dela, chega de ilusões, tenho que ser forte, tomar alguma atitude, mas o quê, o que é que eu posso fazer, obrigar alguém a abrir os olhos não traz resultados positivos...Quem me dera ter mais energia, quem me dera saber exatamente o que fazer, sou uma criança agora a crescer tão depressa, onde é que eu vou buscar aquilo que me faltou durante toda a vida? Sinto-me uma inútil, para que é que estou aqui?




ELAS DO AVESSO
Autor: Márcia Augusto
Data de publicação: 1 de Março de 2017
Número de páginas: 202 páginas
ISBN: 978-989-51-9594-7
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção

€14,00


«Porque, como os pesadelos, os sonhos também nos arrancam do sono. Do sono de não fazer, de ser assim-assim. Do sono de seguir a norma e de fazer tudo igual e sem barulho. Do sono de manter tudo sossegado. (...)

Gosto de ter escolha. Gosto de virar tudo do avesso. Gosto de chorar e de ter medo que as coisas não resultem. Gosto, porque isso é entregar. (...) Um dia, acordamos do sono em que deliberadamente nos induzimos e vemos que viver é algo de muito sério, que Ser feliz é mesmo algo muito, muito sério e, sobretudo, que nos devemos isso. Depois, começamos a aproximarmo-nos de nós... devagar (como quando fazemos amor, ou descobrimos um corpo, devagar, com cuidado... porque isto é a arte de nos amarmos). Começamos a abeirar-nos de nós. (...)

E descobrimos uma claridade que nos manda para outro lugar qualquer. Fora do mundo, dentro dele. Não sei. Fora do mundo pequenino em que, às vezes, nos enganamos e escolhemos para viver. (...)

Os comboios versam sempre mudanças de estado, passagens de um lugar para outro lugar. E, dentro, cruzam pessoas, as vontades, os desejos, as intenções e os sonhos... mas também as aflições, os pensamentos maus, os medos. E mostram-nos que tudo passa... tudo anda, mesmo sobre ferros sujos. Anda, porque tem de andar. (...)

Mas mesmo o mar precisa dos meus olhos para ser Deus; ou eu preciso de o saber ver como Deus para ser salva.»



Tudo Por Uma Jóia
Autor: Jean Holem
Data de publicação: Fevereiro de 2017
Número de páginas: 218
ISBN: 978-989-51-9497-1
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção
€13,00

Gastronomia, cartas ciganas e afectos.

- Que grande magia M. Gui. A força do belo ultrapassa sempre a força do horrendo, tal como o bem ultrapassa o mal, e o amor, a temível força do ódio.
- Quase não te ouvia Jean.
- Quase não me percebia. Ouvir é fácil, perceber é mais difícil. Posso sentar-me M.
- Óbvio.





Hellie
Autor: Patrícia Rossana Lopes
Data de publicação: Fevereiro de 2017
Número de páginas: 348
ISBN: 978-989-51-9997-6
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção

€10,00

"Um dia poderemos ser aquilo que queremos ser neste exato momento. Mas esse dia parece sempre longe.

Mais uma vez, Hellie passeava sozinha pelas ruas de Cowhead Creek. Depois de todos estarem a dormir profundamente, Hellie aproveitava para sair e desfrutar do ar frio da noite. Envolvia as mãos em torno do seu próprio tronco para fugir às brisas mais geladas e acariciava os braços afastando-os dos arrepios de frio. William não saía da sua cabeça e a parte cansada do cérebro, queixava-se sem conseguir dormir. Ela sabia que eles não tinham ficado muito bem desde a última conversa e depois da promessa que Hellie tinha feito a Ethan, eles estavam mais afastados que nunca.

O tempo não é igual para todos e passamos a maior parte da vida, desencontrados daqueles que mais amamos. Porque hoje é tarde para sair, porque o trabalho não me deixa descansar, porque dizer que se ama pode ficar para amanhã, porque afinal não deu para ir ou porque tudo é mais importante do que viver.

O tempo não dá para nos cruzarmos com facilidade, mas dá para tentar uma e outra vez, pelo menos até não dar para tentar mais."


Lola & Benjamin
Autor: Bruna Cosenza
Data de publicação: Fevereiro de 2017
Número de páginas: 356
ISBN: 978-989-51-8782-9
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção
Idioma: Pt/Br
€12,00

“Num mundo como o nosso, tenho cada vez mais certeza de que o amor não pode passar despercebido. Precisamos agarrá-lo quando ele bate à nossa porta, precisamos lutar por ele e, mais do que tudo, precisamos acreditar em seu poder de transformação. Afinal, o amor move o mundo.”

Lola é uma jovem estudante de psicologia que conhece Benjamin de forma comum. O que seria então um romance simples e normal acaba se transformando num grande dilema amoroso na vida de Lola. Ao mesmo tempo, a garota começa a se descobrir profissionalmente e, nesse caminho, encontra uma nova paixão, percebendo que talvez não queira mais seguir o rumo que havia planejado para si mesma no começo da faculdade.

Com um relacionamento instável com Benjamin e dúvidas sobre sua carreira e seu futuro, Lola precisa criar forças para enfrentar todas as dificuldades e incertezas que a deixam insegura. E será seu amor por Benjamin que ajudará a jovem a se transformar e se redescobrir, entendendo um pouco mais sobre si mesma, seu propósito na vida e, é claro, sobre o amor.

Lançamentos - HarperCollinsIbérica

Tempo de dizer adeus
S.D. ROBERTSON
Publicação: Março 2017
Formato: 15,5 x 23 SOLAPAS
PVP: 17,70 €
Páginas: 320
Tema: ficçao
ISBN: 978-84-9139-110-4

Com seis anos, Ella, a filha de Will Curtis, sabe que o pai nunca a abandonará.
Afinal, ele prometera-lho quando a mãe morrera.
E fará tudo o que lhe for possível para manter a sua palavra.

O que Will não sabe é que a promessa que fez à filha pode ser mais difícil de cumprir do que imaginava.

Quando confrontado com uma decisão impossível, Will descobre que a opção mais óbvia pode não ser a correta. Mas o futuro está cheio de surpresas inesperadas.
E pai e filha estão prestes a embarcar juntos numa viagem inesquecível ...


A viúva negra
Daniel Silva
Publicação: Março 2017
Formato: 15,5 x 23 SOLAPAS
PVP: 17,70 €
Tema: Novela
ISBN: 978-84-9139-109-8


O lendário espião e restaurador de arte Gabriel Allon está prestes a tornar-se chefe dos serviços secretos israelitas.

Porém, em vésperas da promoção, os acontecimentos parecem confabular para o atrair para uma última operação no terreno.

O ISIS fez explodir uma enorme bomba no distrito do Marais, em Paris, e um governo francês desesperado quer que Gabriel elimine o homem responsável antes que este ataque novamente.
Chamam-lhe Saladino...

É um cérebro terrorista cuja ambição é tão grandiosa quanto o seu nome de guerra, um homem tão esquivo que nem a sua nacionalidade é conhecida. Escudada por um sofisticado software de encriptação, a sua rede comunica em total segredo, mantendo o Ocidente às escuras quanto aos seus planos e não deixando outra opção a Gabriel senão infiltrar uma agente no mais perigoso grupo terrorista que o mundo algum dia conheceu. Trata-se de uma extraordinária jovem médica, tão corajosa quanto bonita.

Às ordens de Gabriel, far-se-á passar por uma recruta do ISIS à espera do momento de agir, uma bomba-relógio, uma viúva negra sedenta de sangue.

Uma arriscada missão levá-la-á dos agitados subúrbios de Paris à ilha de Santorini e ao brutal mundo do novo califado do Estado Islâmico e, eventualmente, até Washington, onde o implacável Saladino planeia uma noite apocalíptica de terror que alterará o curso da história.

A viúva negra é um thriller fascinante de uma chocante presciência. Mas é também uma viagem ponderada até ao novo coração

das trevas que perseguirá os leitores muito depois de terem virado a última página. Uma teia de enganos

Sentir de Cristina Ferreira - Ler faz bem

Classificação: 3 estrelas

Sentir
de Cristina Ferreira
Edição/reimpressão: 2016
Páginas: 200
Editor: Edições Contraponto
ISBN: 9789896661397


Sentir de Cristina Ferreira
É um livro de memórias, onde a Cristina fala dos que a rodeiam, dos acontecimentos que mudaram a sua vida mas nunca aprofunda. Fala de tudo e de nada. 

Grande parte das histórias que lá estão, ela já as contou no programa. Aborda a feira com uma certa ligeireza mas a verdade é que ela bem que podia fazer um somos portugal lá e ainda não o fez. Vende, vende mas fiquei sem saber o que é que ela vendia. As ditas bifanas são na Malveira mas ela diz que fez mais feiras.
Li porque me emprestaram porque senão nem gastava dinheiro nisto. 
Um pormenor que gostei foram as cores e a textura da capa, é de uma qualidade de topo. 

Sinopse da Contraponto

Bullet Journal


Uma das minhas resoluções para 2017 era começar um Bullet Journal. Comprei este caderno no Lidl (2,99). Simples e barato. Escolhi o roxo porque adoro a cor e achei mesmo a minha cara. 


As folhas são grossas, cremes e simples. Não queria nada de linhas, pontos e até mesmo quadrados. Já o tinha em casa há 2 meses e tive tempo de procurar ideias e de planear a sua estrutura. Entretanto lembrei-me que tinha tape (obrigada Maria) e comprei uma no Continente (1,99). 

1ª página

Considero o BJ mais útil para planear os posts do blogue mas não deixa de ser pessoal. 


Decidi não colocar índex. Para mim, não é necessário pois acho que folhear o BJ e recordar certos momentos é mais apelativo do que ter tudo num sistema pelo qual não me identifico. O código é simples e utilizo mais para as ideias para o blogue do que propriamente para o meu dia a dia, visto que escrevo no BJ no fim do dia para relatar os momentos. 


Um calendário todo torto mas pessoal, onde marco feriados, festas de aniversário e datas relevantes. Não tenho nenhum jeito para o desenho e foi isto que me saiu. São coisas à la Tim.



Tenho objectivos para todos os gostos e mais ainda sendo eles tão pessoais não os quero colocar aqui. Alguns objectivos, vocês já sabem...


A impressora sem tinteiros deu nisto, mas lá para a frente a coisa muda de figura. Sim, tive tempo de sobra para encher o depósito mas assim também ficou giro. Aqui podem ver uma das fitas colas.


Logo depois tenho o calendário, uma frase inspiradora e por fim datas importantes das quais não me posso esquecer.


Depois 2 páginas dedicadas a posts para o blog. Ideias, episódios, todas as coisas que em passam pela cabeça escrevo aqui e após várias reflexões elas ganham forma.


Agora com tinteiros em casa.



 Depois de uma página só dedicada ao mês, agora passo às semanas. Não vos mostrei de Janeiro pois aconteceu tanta coisa, e há coisas que não são de todo para partilhar aqui. Como podem ver é simples. Escrevo coisas que tenho agendadas e as aulas que fiz no ginásio. Acabo também por escrever sobre as coisas boas que me acontecem para mais tarde recordar. 



Acaba o mês e tenho folhas dedicadas aos acontecimentos, sentimentos, agradecimentos e Updates Literários. Nada de especial...



Espero que tenham gostado e mostrem-me os vossos BJ ;)

The Edge of Seventeen


The Edge of Seventeen
Classificção do IMDB - 7.5
2016

Numa altura em que tudo parece perfeito, Nadine acaba por perder o pai. Sendo a sua amiga Krista o seu porto de abrigo é nela que busca a positividade. Acontece que a sua amiga começa a namorar o irmão mais velho de Nadine e Nadine vê-se abandonada e começa toda uma roda de problemas que a própria cria. Um filme que capta realmente o que se passa na cabeça dos jovens, tocando mesmo em assuntos sérios como o suicido.



Não é um típico filme de adolescentes, é um drama sobre a adolescência, um tema tabu que ainda não foi explorado. Calma, o filme dá para rir principalmente nas cenas que envolvem o professor. Nadine é uma dramática que não vê soluções e quando toma decisões, por vezes não pensa bem sobre as mesmas. Os adolescentes são assim, rebeldes e imaturos. Acham que o mundo está contra eles e decidem atirar para o ar à toa do que tirar um tempo para reflectir. Todos passamos por ela, uns melhor que outros. Não é de todo uma boa época, pois cometemos erros. Mas é com os erros que aprendemos e Nadine aprende a lidar com eles mas primeiro é dramática e só depois é que reflecte. É adolescente é o que é.
Haillee Steinfeld revela uma outra faceta, à qual não estamos habituadas. Dei por mim a compará-la à Juno McGuff, mas numa versão mais histérica e teatral.